«Feche os olhos e tenha paciência. Está tudo acabado quando fica com raiva ou grita. É quase como rezar. Odiar não é o papel dos humanos, o julgamento de Deus prevalece», terá escrito Kenji Goto no Twitter há cerca de quatro anos, segundo a agência France Presse.