A fotografia de uma reunião do Partido Republicano em que foi discutido um projeto-lei da área da saúde está a causar indignação nas redes sociais. A imagem, partilhada pelo vice-presidente, Mike Pence, mostra os republicanos sentados à volta de uma mesa, mas não se vê nem uma mulher.

Uma das questões que estava em cima da mesa era se os planos de saúde deviam ou não assegurar “benefícios essenciais” como os serviços de maternidade. Mas nesta mesa não se veem mães. Apenas homens.

A fotografia, partilhada no Twitter pelo vice-presidente, Mike Pence, na quinta-feira, depressa gerou uma vaga de críticas. Entre as vozes mais indignadas estiveram muitos democratas, que não perderem a oportunidade de atacar a administração de Donald Trump.

A senadora democrata Patty Murray foi uma das primeiras a apontar o dedo, com ironia, à ausência de mulheres na imagem.

O congressista democrata Jim McGovern, descreveu-a como um "ultraje".

Também no Twitter, outra utilizadora lembrou que 51% da população é consituída por mulheres, mas que, ainda assim, o sexo feminino não tem uma palavra nas decisões sobre manternidade e reprodução.

Uma mulher estava, na verdade, presente nesta reunião, que ocorreu na quinta-feira. Kellyanne Conway, a assessora de Donald Trump que em pouco mais de três meses já criou algumas polémicas, estava neste encontro, como mostra uma imagem partilhada pelo assistente especial do presidente Cliff Sims. Mas parece ser a única entre 28 homens.

Esta não é, de resto, a primeria vez que surgem críticas à ausência de mulheres na Casa Branca. Em janeiro, as imagens de Trump a assinar um decreto sobre o aborto rodeado de homens também causaram indignação

Sofia Santana