O estado da Califórnia decidiu banir todos os produtos feitos com pêlo de animais. Os residentes deste estado norte-americano não poderão fazer qualquer manufaturação ou venda deste tipo de produto a partir de 2023.

A decisão foi bem recebida pelos grupos de direitos dos animais, que já pediam a medida há algum tempo.

O governador Gavin Newsom assinou ainda um outro decreto que vai banir a maioria dos animais do circo. A exceção são cães, gatos e cavalos.

 

A Califórnia é pioneira no que diz respeito ao bem-estar animal e a partir de hoje essa liderança inclui banir a venda de pêlo de animais", afirmou o governador.

A nova legislação não se aplica à venda de produtos como o cabedal, pele de vaca ou de ovelha, avançou o San Francisco Chronicles.

Uma eventual transgressão da lei implica uma multa que pode ir dos 500 dólares aos 1000 dólares (em caso de reincidência). Isto equivale a coimas entre os 450 e os 906 euros.

Esta foi considerada uma vitória pela Humane Society.

As críticas surgiram por parte do Conselho de Informação de Peles dos Estados Unidos, que falou numa "agenda vegan radical que usa as peles como um começo para banir o que vestimos e comemos".