As autoridades federais receberam informações sobre planos de atentados da rede terrorista al-Qaeda em centros comerciais norte-americanos na época natalícia, mas admitem que os avisos podem ser infundados, escreve a Lusa.

«Se tivermos em atenção (o que aconteceu) nos últimos anos, é uma táctica e uma prática da al-Qaeda proferir ameaças na altura do Natal», declarou o agente especial Ross Rice do Gabinete de Chicago do FBI (Polícia federal).

«A informação chegou-nos de uma fonte. Não foi corroborada de outra maneira e não é precisa», acrescentou Ross Rice.

Segundo ele, um boletim do FBI foi entregue às agências das forças de segurança pedindo vigilância nos centros comerciais onde afluem muitos clientes para as festas do fim de ano.

Todavia, Rice pensa que não será necessário pôr em marcha medidas particulares de segurança para responder a estas ameaças, porque a maioria das esquadras locais reforçam tradicionalmente os seus efectivos neste período do ano.

«Não vejo o que possa ser feito mais neste caso», disse, porque «neste período do ano há muitos efectivos no interior e à volta dos centros comerciais e (as forças da ordem) disponibilizam já meios de segurança suplementares».
Portugal Diário