As autoridades levantaram na terça-feira a ordem de evacuação de algumas localidades emitida após problemas na barragem Oroville, no norte da Califórnia, no sudoeste dos EUA. Ainda assim, as autoridades advertiram os residentes que continua a existir risco de inundação.

A informação foi facultada através de um comunicado oficial do gabinete do xerife do condado de Butte que reduziu na terça-feira o alerta do nível de “ordem de evacuação [das habitações das zonas em risco]” para “aviso de evacuação”.

“Um aviso de evacuação significa que a ameaça imediata terminou, mas continua a haver uma potencial emergência e, portanto, os residentes devem permanecer preparados para a possibilidade de um ordem de evacuação”, refere a mesma nota.

Na segunda-feira, cerca de 190 mil pessoas receberam ordens para abandonar as suas casas devido ao risco de colapso da barragem, que tem quase 50 anos e que é a mais alta dos EUA. 

Depois de semanas com muita chuva, a barragem atingiu a capacidade máxima e a água teve de ser libertada por um descarregador de emergência. No entanto, foi detetada uma fissura no descarregador, o que levou ao alerta.

Alguma da água da barragem foi libertada e, com a ajuda de helicópteros, foram deitadas pedras na zona danificada do descarregador, para esconder a fissura.

Redação / SS