O líder do Partido Democrata para o Senado, Chuck Schumer, pediu esta quinta-feira que o vice-presidente invoque a 25.ª emenda da constituição dos Estados Unidos para destituir Donald Trump do cargo de presidente de forma imediata. Caso Mike Pence não siga a recomendação, o Congresso deve avançar para um processo de impeachment.

Na origem da decisão estão os violentos protestos ocorridos esta quarta-feira junto ao Capitólio dos Estados Unidos, onde milhares de apoiantes de Donald Trump irromperam pelo edifício durante a audiência de confirmação da eleição de Joe Biden como novo presidente.

O que aconteceu no Capitólio dos Estados Unidos foi uma insurreição contra os Estados Unidos, incitada pelo presidente. Este presidente não deve ficar no cargo nem mais um dia", afirmou, através de um comunicado.

O líder democrata no Senado solicita que seja acionada a 25ª emenda da constituição, que permite a transmissão de poderes presidenciais para o vice-presidente, durante um curto período de tempo, quando se verifica a incapacidade do presidente para o exercício do cargo.

Se o vice-presidente e o gabinete se recusarem a agir, o Congresso deve reunir-se novamente, para destituir o presidente”, disse Schumer.

Na sequência da invasão ao Capitólio foram detidas mais de 60 pessoas, sendo que a polícia já confirmou a morte de quatro manifestantes. Centenas de pessoas conseguiram entrar no edifício, obrigando os congressistas a barricarem-se no edifício. A polícia acabou por puxar das armas para proteger a segurança dos trabalhadores.

A manifestação foi incitada por Donald Trump durante várias horas, e já só depois de a violência escalar é que o presidente acabou por apelar à paz e à ordem.

A Associação Nacional de Fabricantes dos Estados Unidos defendeu que Mike Pence deveria “considerar seriamente” a invocação da 25ª emenda, para desqualificar Trump como Presidente, juntando a sua voz a um grupo de senadores que, de forma discreta têm discutido esta possibilidade.

Também a Liga Urbana Nacional já pediu abertamente o uso da 25ª emenda da Constituição, considerando ser urgente afastar Trump da Casa Branca antes do final do seu mandato.

Recorde-se que Donald Trump deve abandonar a presidência norte-americana no próximo dia 20, altura em que Joe Biden assume o cargo.

Congresso avança para 'impeachment' de Trump se ele não for afastado

A presidente da Câmara de Representantes, Nancy Pelosi, anunciou que o Congresso abrirá um processo de ‘impeachment’ caso o vice-Presidente Mike Pence recuse recorrer à 25.ª Emenda para remoção do Presidente cessante, Donald Trump, do cargo.

Pelosi juntou-se hoje aos que pedem à Administração para invocar a 25.ª Emenda da Constituição norte-americana para forçar Trump a sair da Presidência, um dia depois de apoiantes deste terem invadido o Capitólio.

O Presidente dos Estados Unidos incitou uma insurreição armada contra o país. Qualquer dia pode ser um episódio de terror para o país”, afirmou Pelosi no Capitólio.

A 25.ª Emenda permite que o vice-Presidente e a maioria da Administração declarem o Presidente inapto para o cargo, tornando-se o vice-Presidente no Presidente interino.

António Guimarães