São chamadas de cobras “zombie”, mas o nome é mais assustador do que o perigo real que representam. Uma mensagem partilhada no Facebook pelo Departamento de Parques e Recreação da Carolina do Norte pôs muita gente a falar sobre estas cobras com um comportamento tão estranho.

O Departamento de Parques e Recreação da Carolina do Norte celebra todos os anos um tema com vários eventos e iniciativas e 2019 é o ano da cobra. Foi nesse contexto que este organismo partilhou várias imagens das chamadas cobras "zombie", que se fingem de mortas durante vários minutos.

As cobras zombie são na verdade cobras Hognose. Estes animais podem medir entre 50 e 83 centímetros, emitem um assobio ruidoso e fingem-se de mortos como estratégia de sobrevivência.

O que acontece é que, quando são ameaçadas, as cobras começam a contorcer o corpo, fingindo dor e agonia. Podem ter convulsões, defecar e até vomitar os alimentos que têm no organismo.

Depois, ficam estendidas no chão, de costas, fingindo que estão mortas durante alguns minutos. Acabam por “voltar à vida” algum tempo depois para verificar se o predador desapareceu

Este comportamento tão incomum e peculiar pode assustar muitas pessoas. Mas nada mais do que isso. É que estes animais são, na verdade, inofensivos e não representam perigo para o ser humano.