Os Estados Unidos estão encantados com o ato heróico de um polícia do estado da Virginia, que salvou uma mulher de um carro que tinha capotado.

Segundo revela o departamento do condado de Goucester, quando o agente J. Holt chegou ao local do acidente, a 7 de maio, encontrou um menino sentado junto a um carro virado ao contrário, que gritava "mamã" e "ela não consegue respirar". 

A mãe estava deitada sob o veículo, com a cabeça presa pelo teto de abrir: "Ao ver o trauma que a criança estava a testemunhar, o agente J. Holt entrou logo em ação", escreveu o gabinete do xerife.

 

 Nas imagens da câmara que levava no corpo, o agente ainda é ouvido a dizer não conseguia levantar o carro, mas acabou por indicar à criança para sair do veículo.

Através de pura vontade e determinação, motivada pelo medo de que a mulher pudesse sucumbir à frente do seu filho em pânico, o agente J. Holt agiu rapidamente e foi capaz de erguer fisicamente o veículo o suficiente para que a motorista manobrasse a sua cabeça para fora em segurança ", detalhou o departamento.

Mas este não foi o único ato heróico do agente Holt. Em fereveiro, recebeu o prémio de melhor polícia, a nível regional e local, por salvar a vida a duas pessoas de uma casa em chamas.

Rafaela Laja