Um homem de 86 anos foi detido e acusado num caso de homicídio que aconteceu há quase 40 anos. James Mason foi detido no Texas, Estados Unidos, na semana passada.

O crime aconteceu a 22 de setembro e 1980, num bar em Clayton, no estado do Idaho. Depois de receber o alerta, a polícia do condado de Custer encontrou Daniel Mason Wooley morto, alvejado na cabeça, uma mulher ferida, baleada no ombro, e outra mulher com ferimentos no rosto causados por força física.

James Mason, que vivia e trabalhava na zona, era o principal suspeito, mas as autoridades não o conseguiam localizar.

As buscas envolveram a polícia do condado de Custer, o FBI e agentes do Idaho, mas o homem desapareceu sem deixar rasto.

Quase 40 anos depois, a 10 de outubro, Mason foi localizado no Texas onde vivia sob uma identidade falsa - fazia-se passar por Walter James Allison. O homem foi identificado através de impressões digitais.

Três dias depois, Mason foi levado para o estado do Idaho, onde aguarda julgamento por homicídio em primeiro grau.

Segundo as autoridades, citadas pela CNN, Mason está detido numa prisão de alta segurança.