Um conhecido restaurante de Valência, Espanha, detentor de uma estrela Michelin há vários anos, está sob investigação das autoridades espanholas na sequência da morte de uma mulher, depois de ali almoçar, escreve o El País.

A vítima mortal, de 46 anos, morreu em casa, na madrugada de domingo, dia 17, na sequência de sintomas compatíveis com intoxicação alimentar, como vómitos e diarreia.

O marido e o filho de 12 anos também apresentaram sintomas de intoxicação alimentar, mas mais ligeiros.

No total, 23 pessoas sentiram-se mal, sobretudo vómitos, depois de comerem no RiFF nos dias em questão.

De acordo com a diretora de saúde regional, Ana Barceló, a investigação preliminar, logo na segunda-feira, não detetou qualquer irregularidade no restaurante, que cumpria todas as normas sanitárias, e, por isso, é preciso esperar pelas análises realizadas.

Nesse sentido, foram recolhidas amostras de alimentos que fizeram parte do menu nos dias em questão, como por exemplo cogumelos morel.

Temos de esperar pelo resultado da autópsia para concluirmos se a vítima morreu da ingestão de comida estragada, se morreu de uma consequência da comida estragada [como engasgar-se com o próprio vómito] ou se já existia alguma condicionante”, explicou a responsável de saúde.

O proprietário do restaurante, Bernd H. Knoller, anunciou, em comunicado, que o RiFF vai ficar encerrado até a causa de morte ser determinada.