ter relações sexuais com uma mulher contra a sua vontade, «sem que ninguém soubesse e sem que houvesse consequências»

«Alguns homens afirmaram usar a força para ter relações sexuais, mas negaram violar uma mulher», contaram os autores do estudo.