Charlie é um golden retriever de 11 anos que, devido a um glaucoma, teve de retirar os olhos e, consequentemente, ficar sujeito à cegueira. Mesmo sem ver, ganhou um novo amigo, que é também o seu cão-guia. Juntos, estão a mexer com as emoções de muitos nas redes sociais.

A história destes amigos de Mooresville, na Carolina do Norte, EUA, foi partilhada no Twitter por uma página de conteúdos relacionados com o mundo canino.

Os donos deste par de raça golden retriever contaram entretanto ao Buzzfeed que Maverick, um cão de quatro meses, juntou-se à família porque o casal queria que o filho recém-nascido crescesse com um cão.

Inicialmente levámos o Maverick para casa porque queríamos que o nosso filho crescesse com um cão”, contou a mãe Chelsea Stipe.

Não sabiam era que ao trazerem um cão bebé para casa, iam estar a encontrar uma companhia para o sénior Charlie, que além de um amigo, ganhou um cão-guia.

De repente percebemos que ele tornou-se uma grande ajuda para o Charlie”, contou.

A amizade e cumplicidade entre os dois é tão grande que mereceu a criação de uma conta de Instagram, onde são partilhadas várias histórias dos dois.

As fotografias mostram que os amigos de quatro patas fazem praticamente tudo juntos. Mesmo nas tarefas mais complicadas para um cão cego, o enérgico Maverick dá a ajuda possível, como o ato de lhe levar a trela para o conduzir pelos caminhos por onde desejam ir.

A grande ajuda, diz a dona, é o facto de o jovem cão fazer com que Charlie se mantenha ativo, porque está sempre na brincadeira.

O Maverick encoraja o Charlie a brincar. O Charlie também gosta de passear com o Maverick, algo que ele não gosta nada de fazer sozinho”, explicou.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação partilhada por Charlie And Maverick (@charlieandmav) a