Foi deitado na cama do hospital que Jacob Blake enviou, na passada noite, uma mensagem aos seus apoiantes, alertando-os de que tudo pode mudar em poucos segundos.

"A sua vida e não apenas sua vida, as suas pernas também - algo que precisamos para nos movermos, para avanar na vida – pode ser tomada assim”, disse Blake, ao mesmo tempo que estalava os dedos.

O seu advogado, Ben Crump, partilhou no sábado um vídeo no Twitter, enquanto Blake, de 29 anos, se recupera dos ferimentos que sofreu após ser baleado sete vezes por um polícia em Kenosha, Wisconsin.

Imagens que foram partilhadas do incidente mostram um polícia a disparar contra Blake enquanto ele tentava entrar no carro. Os seus três filhos, de 3, 5 e 8 anos, estavam no carro, no momento em que tudo aconteceu.

Do hospital, Blake revelou ainda detalhes de como se sente fisicamente.

"Dói respirar. Dói dormir. Dói andar de um lado para o outro. Dói comer", disse. "Ninguém quer lidar com isto", acrescentou.

Ao mesmo tempo, Blake também apelou à mudança. "Por favor, estou a dizer-vos para mudarem as vossas vidas lá fora”.

 
  
Lara Ferin