Dois homens espalharam o terror ao simularem um ataque terrorista num restaurante em Filadélfia, nos EUA. 

Na passada quarta-feira, um dos indivíduos entrou com uma camisola com manchas vermelhas, que aparentavam ser de sangue, no Terakawa Ramen, em plena hora de jantar. Logo a seguir, um segundo homem entrou, fingido estar a esfaquear o primeiro, enquanto gritava palavras em árabe.

Tudo não passou de uma partida de mau gosto, mas os clientes daquele restaurante tão depressa não vão esquecer o pânico que viveram por breves instantes.

Eu não sabia exatamente se ele tinha uma pistola, uma faca, ou outra arma qualquer mas, na altura, eu estava mesmo pronta para me refugiar debaixo da mesa, porque só estava a três ou quatro metros de distância dele", confessou Leah Chen à CBS Philly.

O vídeo chegou a ser partilhado nas redes sociais pelo humorista FunniestNPhilly, mas acabou por ser apagado. Já as autoridades, não consideram que esta partida tenha sido engraçada.

Isto não tem nada de divertido. Eles pensam que têm graça e querem pôr estas coisas no Youtube, mas vê-se que as pessoas que lá estavam acreditaram que alguma coisa de mal estava mesmo a acontecer", afirmou o tenente John Walker à CBS Philly.

De acordo com os meios de comunicação social locais, o vídeo poderá agora ser usado como prova, se as autoridades levarem avante a ideia de acusar os dois homens por espalharem notícias falsas e por terem lançado o pânico ao simularem um ato de terror.