Dois irmãos, de 20 e 23 anos, foram detidos, no estado norte-americano do Winsconsin, por suspeitas de traficar droga com cigarros eletrónicos. Os dois irmãos fabricavam cartuchos para os cigarros eletrónicos com Tetra-hidrocanabinol (THC), uma substância psicoativa extraída das plantas de cannabis. Tyler Huffhines, o mais jovem dos dois irmãos, seria o líder da rede que de dedicava a este tipo de tráfico.

As autoridades continuam a investigar porque suspeitam que a atividade dos dois irmãos pode estar relacionada com uma onda recente de doenças e mortes, em todo o território dos Estados Unidos, relacionadas com o consumo de cigarros eletrónicos.

As autoridades fizeram várias buscas à casa onde vivia a família dos dois irmãos, em Paddock Lake, e a uma casa que tinham arrendada em Bristol e encontraram um autêntico arsenal ligado ao tráfico. Além de uma avultada quantidade de dinheiro e armas, a polícia encontrou 31200 cartuxos cheios com um grama de THC líquido, prontos a serem colocados no mercado.

Além disso, foram apreendidos 57 jarros cheios com a substância psicoativa. Cada jarro tinha um valor de mercado de mais de 6 mil euros. Também foram apreendidos mais de oito quilos de marijuana.

Tyler Huffhines terá iniciado a atividade em janeiro de 2018 e tinha vários empregados a trabalhar no fabrico e empacotamento dos cartuxos cheios com THC.