Novas normas não cancelam embargo







Aprovação retardada