O secretário de estado norte-americano, Mike Pompeo, debateu esta terça-feira com o patriarca ortodoxo de Constantinopla a liberdade religiosa no país durante uma visita a Istambul que não prevê encontros com membros do Governo turco.  

Segundo assinalam as autoridades norte-americanas, a reunião com o líder religioso ortodoxo teve como objetivo "discutir questões religiosas na Turquia e na região"

Fontes diplomáticas dos Estados Unidos indicaram que Pompeo estava disposto a reunir-se com as autoridades turcas em Istambul, mas, de acordo com a imprensa local, o Governo só aceitou qualquer encontro na cidade de Ancara, a capital do país. 

Washington insistiu que Pompeo tem uma agenda muito condicionada porque está numa visita a vários países europeus e do Médio Oriente.

Mesmo assim, a administração norte-americana referiu que a ausência de contactos institucionais na Turquia não tem qualquer significado político. 

O Ministério dos Negócios Estrangeiros da Turquia criticou na semana passada a visita, considerando "inapropriada" a preocupação expressa pelos Estados Unidos sobre a questão da liberdade religiosa na Turquia. 

Seria mais aconselhável que os Estados Unidos se olhem ao espelho e mostrem a sensibilidade necessária perante as violações dos direitos humanos, como o racismo, a islamofobia e os crimes de ódio no próprio país", acusou o ministério turco num comunicado. 

/ LF