O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, e a primeira-dama ,Jill Biden, anunciaram, no sábado, a morte do cão Champ, que estava na família há 13 anos.

"A nossa família perdeu hoje o nosso amado companheiro Champ. Vou ter saudades dele", escreveu o Presidente Biden na rede social Twitter.

Champ era um dos dois pastores alemães que viviam na Casa Branca.

O presidente dos EUA lembra, com carinho, a companhia do seu leal companheiro: “Nos nossos momentos mais alegres e nos nossos dias mais dolorosos, ele estava lá connosco, sensível a todos os nossos sentimentos e emoções. Amamos o nosso cão e sentiremos sempre a sua falta", escreveu a família Biden na declaração.

A chegada de Champ e Major, os dois pastores alemães, marcou o regresso dos animais de estimação à Casa Branca, após a ausência de quatro anos durante o mandato de Donald Trump.

A ex-primeira-dama dos EUA, Michelle Obama, enviou as suas condolências ao casal e a toda a família de Biden.

"Champ era um cão muito bom e sabemos o quanto ele foi importante para sua família ao longo dos anos. Eu e o Barack enviamos todo o nosso amor a toda a família Biden", escreveu Michelle Obama nas redes sociais

/ IC