Um padre católico, acusado de ter roubado centenas de milhar de dólares oferecidos à igreja pelos seus paroquianos, designadamente para jogar no casino, foi quarta-feira condenado a quatro anos de prisão em Palm Beach, segundo um diário local.

O padre Guinan, 66 anos, declarara-se culpado em Fevereiro de ter desviado cem mil dólares de doações dos seus fiéis, quando o procurador o acusava de ter roubado entre 2003 e 2005 cerca de 500 mil dólares para ter casas luxuosas viradas para os casinos de Las Vegas e outros prazeres muito profanos.

A juíza Krista Marx do tribunal de West Palm Beach condenou-a também a restituir cem mil dólares, precisou o Palm Beach Post.

O padre foi afastado pela Igreja.

Um outro padre, John Skehan, 81 anos, que exercia o seu ministério na mesma paróquia de San Vicente Ferrer, em Delray Beach (Florida) e se declarara culpado de ter roubado dinheiro dos fiéis para se proporcionar o mesmo género de prazeres, foi condenado terça-feira a 14 meses de prisão e a restituir os 700 mil dólares roubados.

Durante o julgamento, o Padre Guinan defendeu-se afirmando que os padres podiam gastar até 50.000 dólares, de uma só vez, sem prestar contas à sua diocese.