O presidente da Câmara de Nova Iorque, Bill de Blasio, anunciou esta quinta-feira que é candidato às presidenciais norte-americanas de 2020.

De Blasio entra assim na corrida à nomeação do Partido Democrata, que já conta com 23 candidatos e da qual resultará a figura do partido que defrontará Donald Trump.

O autarca de Nova Iorque considera que há muito dinheiro nos Estados Unidos, mas que os recursos estão nas mãos erradas. Por isso quer focar-se em políticas públicas para a classe média trabalhadora, dando como exemplo o seu trabalho durante o mandato autárquico.

De Blasio também deixou duras críticas a Donald Trump, que chamou de trapaceiro numa entrevista ao canal ABC.

Todos os nova-iorquinos sabem que ele é um trapaceiro. Conhecemos os seus truques, o seu manual”, sublinhou.

Há vários meses que de Blasio ponderava avançar para a corrida à Casa Branca, mas foi adiando a decisão perante as sondagens e os baixos níveis de popularidade.

De Blasio foi eleito pela primeira vez para a Câmara de Nova Iorque em 2013, para suceder ao bilionário Michael Bloomberg, com um programa que prometia reduzir as desigualdades sociais.

Recorde-se que lista de candidatos à nomeação do Partido Democrata surgem como favoritos Joe Biden, antigo vice-presidente dos EUA nos dois mandatos de Barack Obama, e o senador Bernie Sanders, que tem liderado várias sondagens e que já demonstrou ser um forte angariador de fundos.