Uma bomba que explodiu na berma da estrada provocou a morte de quatro militares norte-americanos na região Sul do Afeganistão, o maior ataque a forças internacionais este ano, uma semana após a decisão de Washington de reforçar o número de militares no país.

Um civil afegão que trabalhava com os militares norte-americanos faleceu neste ataque. Os militares partilhavam com soldados afegãos uma patrulha quando o seu veículo foi atingido por uma bomba, esta tarde, segundo declaração das forças internacionais à agência AP.

O ataque mais mortífero sobre as tropas internacionais ainda este ano ocorrera em Zabul, quando uma explosão causou a morte de três militares. Este ano já morreram 29 militares, o que ultrapassa, em muito, os oito norte-americanos falecidos nos primeiros dois meses de 2008. Desde que teve início a ofensiva contra os talibã em 2001 já morreram 654 norte-americanos no País.

O presidente Barack Obama anunciou que vai enviar mais 17 mil soldados e marines para o Afeganistão, que se juntarão aos 38 mil homens que combatem contra a resistência de afegãos ligados aos talibã.