Uma mulher cujo trabalho na gala dos Globos de Ouro deste domingo era dar garrafas de água da marca Fiji aos convidados na passadeira vermelha chamou todas as atenções ao aparecer em várias fotografias dos famosos.

A jovem está a ser o centro das atenções nas redes sociais, quer pelos vários elogios, quer por ser acusada de photobombing – expressão usada para descrever aqueles que aparecem nas fotografias de outras pessoas quando o objetivo não é o de serem os fotografados.

Nas várias fotos que circulam nas redes sociais, destaque para várias em que a jovem aparece não apenas a olhar para a lente da câmara, mas também a sorrir.

A “rapariga das águas”, com um vestido violeta, rapidamente chamou a atenção dos telespetadores da cerimónia. Rapidamente era ela o destaque nas redes sociais.

A mulher pode agora dizer que tem fotografias com Nicole Kidman, Dakota Fanning, Jim Carrey, Richard Madden, Emmy Rossum, Idris Elba and Judy Greer, entre outros.

No Twitter, houve mesmo quem pedisse para lhe ser entregue o prémio para melhor atriz secundária, visto que apareceu em pano de fundo de várias fotos dos famosos.

Esta marca de águas é parceira do evento desde 2015 e a principal fornecedora da bebida dos convidados. Na edição deste ano, quem chamou mesmo a atenção foi a jovem do tabuleiro das águas e não as garrafas azuis.

A jovem é uma modelo chamada Kelleth Cuthbert. As piadas em torno da situação não demoraram e foi mesmo criada uma página para a “rapariga das águas Fiji” no Twitter, com publicações divertidas e respostas até cómicas.

Esta página aproveitou para brincar com a situação e dar destaque aos jovens que estavam a distribuir champanhe pelos convidados. “Conheçam os meus primos”, brincaram os criadores da página.

Num tweet, “rapariga das águas Fiji” justificou o aparecimento em tantas fotografias.

Eu não rompi as fotos de ninguém. Eu era a pessoa que estava realmente a trabalhar”, disse.