Ashley Thomas e Latoya Wimberly foram as melhores amigas durante mais de metade das suas vidas. Em fevereiro deste ano, descobriram que são irmãs.

Amigas desde o início da adolescência, sempre se deram conta que eram parecidas fisicamente. Sempre foram confidentes uma da outra e até chegaram a namorar dois irmãos.

Ashley e Latoya sentiam que tinham “laços inquebráveis”, como descreveu Latoya à CNN. Latoya conta que se conheceram numa festa de aniversário em 2004, em Filadélfia e sentiram “uma conexão imediata”.

Desde então, não passaram um único dia, sem falar ao telefone. Trataram-se por “manas” durante vários anos. Em fevereiro deste ano, perceberam que eram isso mesmo: irmãs.

Ashley nunca falhou um evento da família Wimberly, tal era a proximidade entre ambas.

Depois da festa de noivado de Latoya, de 29 anos, Ashley, de 31, colocou algumas fotografias no Facebook, onde aparecia o pai da amiga, Kenneth Wimberly.

Quando viu as fotografias online, uma amiga da mãe de Ashley percebeu que conhecia Kenneth.

A melhor amiga da mãe de Ashley disse-lhe que não tinha ideia que Kenneth era o meu pai. Contou que ela e a mãe de Ashley costumavam sair com ele quando eram jovens. Quando Ashley me contou, soube que alguma coisa ali não batia certo e pedi-lhe que me enviasse uma fotografia da melhor amiga da mãe dela para eu mostrar ao meu pai e perguntar-lhe se ele a reconhecia”, diz Latoya.

Kenneth Wimberly reconheceu de imediato a mulher, bem como a mãe de Ashley, quando mais tarde lhe mostraram uma fotografia dela, e admitiu que tiveram um breve romance quando eram novos.

Ashley não sabia quem era o pai biológico e Kenneth questionou-se se poderia ser ele. Por isso, decidiram fazer um teste de ADN. O resultado saiu no dia 21 de fevereiro e confirmou o que os três desconfiavam: Kenneth é pai de Ashley e Latoya e ela são irmãs.

Na verdade Kenneth também sempre sentiu uma ligação especial com a amiga da filha. Quando, em algum evento lhe perguntavam quem eram as raparigas que estavam com ele, ele respondia: “Aquelas são as minhas filhotas”. Quando Ashley tinha algum problema, era a Kenneth que recorria.

Ashley soube aos 15 anos que o marido da mãe não era seu pai. A mãe dela morreu há 11 anos, deixando por responder muitas questões desta história.

 
Manuela Micael