O Ministério da Defesa da Finlândia anunciou hoje que um avião de vigilância português violou o seu espaço aéreo e contactou as autoridades portuguesas, que estão a analisar a informação.

Uma porta-voz da Defesa finlandesa, Niina Hyrsky, disse à imprensa que o incidente ocorreu na segunda-feira, às 06:00, a sudoeste da capital, Helsínquia.

Hyrsky escusou-se a dar mais pormenores, afirmando que a situação está a ser investigada pela guarda costeira finlandesa.

Contactado pela Lusa, o porta-voz da Força Aérea Portuguesa, tenente-coronel Manuel Costa, confirmou que as autoridades finlandesas contactaram as congéneres portuguesas e que a situação está a ser analisada.

Portugal participa em várias operações da NATO no leste da Europa, designadamente na Polónia, onde tem destacados caças F-16 e aeronaves de patrulhamento marítimo P3-C.

A Finlândia não é membro da NATO.