O acrobata francês Nathan Paulin fez, no sábado, uma impressionante proeza ao realizar uma travessia de 600 metros em cima de um fio de nylon, a 70 metros de altitude, entre a Torre Eiffel e o Teatro Chaillot, que fica do outro lado do rio Sena.

O praticante de slackline, ou seja, caminhar sobre um fio preso em dois pontos estáticos, realizou o trajeto em 30 minutos e atraiu uma multidão de curiosos à Torre Eiffel.

Não foi fácil caminhar 600 metros, concentrado e com tudo ao redor, havia muita pressão. Mas mesmo assim foi lindo”, contou Nathan Paulin, citado pelo jornal The Guardian.

Para realizar este feito, Nathan confessou ter precisado de quatro anos de muita prática e de superar o medo de alturas, que tinha na infância.

É muito bonito começar na Torre Eiffel. Durante a performance, não tive medo das alturas”, afirmou o acrobata, citado pela Reuters.

 

 

No entanto, esta não é a primeira vez que o acrobata realiza algo deste género. Em 2017, o jovem caminhou sobre uma corda entre a Torre Eiffel e o Trocadéro, do outro lado do rio Sena.

Em 2019, o francês completou uma travessia de 510 metros, a 150 metros de altura, entre dois arranha-céus no distrito comercial de La Defense, em Paris.

O acrobata detém um recorde mundial de "maior passeio urbano de montanha com um arnês de segurança".

Redação / IC