A Praça do Trocadero, em Paris, é um dos locais preferidos dos turistas para ver a Torre Eiffel, com o rio Sena aos seus pés e a cidade lá ao fundo. Mas a partir de hoje a paisagem será um pouco diferente. Graças à intervenção artística de JR, fotógrafo e graffiter francês, uma cidade imaginária foi erguida abaixo da Torre Eiffel e por entre duas enormes montanhas rochosas. 

A obra de JR foi inaugurada esta quarta-feira, aproveitando um tapume de obras, um tipo de intervenção que já é habitual neste popular artista de rua que gosta de criar ilusões ópticas em paredes e muros: mas é preciso estar no local exato para tirar o melhor partido desta obra "anamórfica". 

JR, de 38 anos, costuma dizer que "a rua é maior galeria de arte do mundo". Começou a sua carreira nas ruas de Paris mas já fez intervenções no Muro da Cisjordânia, em Nova Iorque, em Veneza, em Berlim, no Rio de Janeiro, em Xangai, na fronteira entre o México e os EUA e em muitos outros locais. A sua intervenção mais famosa na capital francesa foi quando "escondeu" a Pirâmide do Louvre, em 2016, celebrando o 30º aniversário desta estrutura.

Ninguém sabe quanto tempo esta intervenção no Trocadero vai resistir. Por isso, é aproveitar o desconfinamento que agora arrancou em França, para ir lá tirar uma fotografia original. 

Maria João Caetano