O ministro dos Negócios Estrangeiros britânico, Dominic Raab, disse esta sexta-feira que a integridade do Reino Unido “não é negociável”, em resposta à firmeza demonstrada pelo presidente francês, Emmanuel Macron, nos acordos pós-Brexit para a Irlanda do Norte.

Não negociamos ou regateamos a integridade do Reino Unido, seja ela territorial, constitucional ou económica. Isso não está em cima da mesa, não é negociável”, afirmou o ministro à cadeira Sky News.

Desta forma, Raab respondeu ao chefe de Estado francês, que na quinta-feira considerou não ser “muito sério querer rever em junho o que foi concluído em dezembro depois de anos de debates e trabalho”, em referência às tentativas britânicas para renegociar o acordo.

Desde que o Reino Unido saiu da União Europeia, em 01 de janeiro, as relações entre Bruxelas e Londres têm sido tensas, particularmente no que diz respeito ao protocolo para evitar uma fronteira física entre a Irlanda e a província britânica da Irlanda do Norte.

De acordo com esse documento, as regras do mercado único e da união aduaneira continuam a ser aplicadas na Irlanda do Norte, de modo que as mercadorias que transitam desde o resto do Reino Unido para esta parte do país estão sujeitas a controlos europeus, que são levados a cabo pelas autoridades britânicas.

No entanto, o Reino Unido adiou unilateralmente para outubro alguns dos controlos aduaneiros que tinha acordado em levar a cabo entre a Irlanda do Norte e a ilha da Grã-Bretanha, razão pela qual a Comissão Europeia iniciou um procedimento de infração contra o país.

Agência Lusa / RL