Um refugiado sudanês esfaqueou e matou esta sexta-feira um oficial de imigração na cidade francesa de Pau, avança fonte do governo local à Reuters.

O suspeito terá cometido crime após ter-lhe sido negado o pedido formal de asilo naquele país.

De acordo com fonte da autarquia de Pau, no Sul de França, o homicídio ocorreu num centro de acolhimento de refugiados.
 

O ministro do Interior de França já reagiu ao sucedido, enviando as suas condolências à família da vítima. Gérald Darmanin adiantou ainda que vai mudar a sua agenda para se encontrar com a equipa de acolhimento de refugiados, bem como com as autoridades locais. 

De acordo com a Agence France-Presse, o agressor tem 38 anos e já foi detido pelas autoridades. Não morava no centro de acolhimento, mas havia sido atendido lá no passado. Segundo fontes policiais e municipais, o homem tinha recebido o estatuto de refugiado recentemente pela OFPRA, o departamento francês de proteção aos refugiados e despatriados.