A identidade de uma das três vítimas mortais do ataque alegadamente terrorista que ocorreu dentro da Catedral de Notre-Dame de Nice esta quinta-feira foi revelada.

A brasileira Simone Barreto Silva foi atacada por Brahim Aoussaoui e morreu perto de um restaurante quase em frente à catedral, onde tentou abrigar-se. Um dos proprietários do restaurante l’Unik, Brahim Jelloule, falou à TV France Info, sublinhando que Barreto Silva chegou completamente ensanguentada ao local.

Nascida no Lobato, nos subúrbios do estado brasileiro de Salvador da Baía, Simone Barreto tinha nacionalidade francesa e era cozinheira de formação. Atualmente, trabalhava como cuidadora de idosos em Nice.

Simone morava na Europa desde 1995, altura em que deixou o Brasil para participar num grupo de dança formado pela irmã.

Ao jornal brasileiro G1, uma amiga próxima de Simone disse que a mulher era "brincalhona" e tinha o sonho de dar a volta ao mundo dentro de uma rulote.

Antes de perder a vida, Simone deixou uma mensagem para os paramédicos dizerem aos seus filhos, cuja idade ainda não foi revelada.

Diga aos meus filhos que os amo", disse Simone, naquelas que terão sido as suas últimas palavras, de acordo com a imprensa francesa.

A identidade da mulher foi confirmada pelo consulado brasileiro em Paris, mas não é conhecido se a vítima era casada ou tinha companheiro.