Um polícia francês foi feridos esta segunda-feira em frente à esquadra de Cannes por um homem que empunhava "uma arma branca" e que disse ter agido "em nome do profeta", disseram à France Presse fontes policiais.

As 'pistas' terroristas estão a ser consideradas", disse o ministro francês do Interior, Gérald Darmanin, através de uma mensagem difundida através da rede social ‘Twitter’.

Um polícia de Cannes foi esfaqueado e ferido. O agressor acabou por ser neutralizado pelos colegas da vítima. Vou imediatamente para lá esta manhã e darei todo o meu apoio à polícia nacional e à cidade de Cannes”, pode ler-se na publicação.

De acordo com as fontes da polícia de Cannes, sudeste de França, o agente, que se encontrava no interior de um veículo de serviço, foi "salvo porque usava um colete antibala".

De acordo com a imprensa francesa, o agressor ficou gravemente ferido após intervenção de outros agente e estará em estado grave. Segundo o jornal Le Figaro, trata-se de um cidadão argelino com visto de residência em Itália.

O agressor foi neutralizado", acrescentou o ministro na mesma mensagem.

Cerca das 06:30 (05:30 em Lisboa) em frente à esquadra da cidade, o atacante abriu a porta do veículo que se encontrava estacionado e "desferiu um golpe ao nível do tórax" ao polícia que estava sentado ao lado do condutor.

Até ao momento não foi comunicada a identidade do atacante que se rendeu no local, de acordo com o ministro Gérald Darmanin. 

Nuno Mandeiro / Com Lusa