“Um erro trágico”, foi assim que uma clínica austríaco reagiu após ter sido responsável por amputar a perna errada a um idoso que sofria de “várias complicações de saúde”.

A Clínica Freistadt assumiu esta quinta-feira o “erro humano” e explicou que a vítima, um homem de 82 anos, não se apercebeu imediatamente da falha por causa da doença de que padece. O erro foi descoberto após mudança das ligaduras.

O idoso sofria de várias e graves complicações e foi internado na clínica, que se situa perto da fronteira com a República Checa. Doenças anteriores contribuíram para a vítima ter de ser amputada.

Temos de entender como esta falha, este erro aconteceu. Gostaria de fazer um pedido público de desculpas ao paciente e à família”, lamentou o diretor médico da clínica, Norbert Fritsch, numa conferência de imprensa.

O erro, de acordo com a comunicação social austríaca, foi feito momentos antes da operação, no momento em que foi sinalizada a perna que seria amputada.

Infelizmente, o erro, no qual a perna direita foi removida em vez da esquerda, ocorreu como resultado de uma sequência de circunstâncias infelizes”, disse a clínica médica à agência Reuters

Está, neste momento, a ser oferecida assistência psicológica ao paciente que terá de ser submetido a uma intervenção para remover a outra perna. A operação será feita em breve, destacou a clínica.