Um homem, 64 anos, que passou 30 anos em fuga entregou-se no domingo às autoridades australianas.

Darko Desic, que na altura tinha 35 anos, fugiu do estabelecimento prisional, na noite de 31 de julho de 1992, utilizando uma serra e um alicate, informou a polícia de New South Wales (NSW), num comunicado.

Na altura, os esforços para o localizar não tiveram sucesso", refere a nota divulgada pelas autoridades na rede social Facebook.

O homem foi presente a tribunal, na terça-feira, e a sua fiança foi recusada. Darko terá que comparecer novamente em tribunal a 28 de setembro.

Segundo o canal 9News, Darko Desic terá fugido, em 1992, porque não queria ser deportado para a Jugoslávia, que enfrentava uma guerra civil na época.

Antes de se entregar, o homem fazia vários trabalhos para sobreviver e dormia nas dunas de areia de Avalon, nas praias do norte de Sydney, na Austrália.

Redação / IC