“Adoção é, na realidade, a única opção válida. Na minha opinião, nada mais vai acontecer."



“Eu quero que o menino saiba que, na minha opinião, os pais o amam e tentaram de tudo, mas simplesmente não são capazes de reconhecer as necessidades dele", concluiu a juíza.

Redação / BM