A Google e a Fundação Anne Frank lançaram esta quarta-feira uma exposição online que permite fazer uma visita guiada à casa onde a menina viveu em Amesterdão, na Holanda. A iniciativa serve para assinalar o aniversário de Anne Frank, que, se fosse viva, faria hoje 90 anos.  

A exposição online, disponibilizada na plataforma Google Arts & Culture, permite visitar a casa através da tecnologia de street view, incluindo o quarto que Anne dividia com a irmã, Margot. É possível conhecer todos os cantos da residência graças aos registos em 360 graus.

Esta plataforma tem outras informações e documentos importantes como o único vídeo conhecido de Anne, filmado numa festa de casamento, e a única fotografia da menina ao lado dos pais e da irmã.

A casa de Anne Frank está alugada pela Fundação Holandesa de Literatura desde 2005 e funciona como abrigo para escritores estrangeiros que não têm liberdade para trabalhar ou escrever nos seus países de origem

Anne Frank nasceu em Frankfurt a 12 de junho de 1929, no seio de uma família de judeus que em 1934 fugiu para a Holanda por causa da perseguição do regime nazi. Mas os nazis acabaram por invadir a Holanda em 1940.

Em 1942, quando tinha apenas 13 anos, Anne Frank começou a escrever um diário que se viria a tornar célebre em todo o mundo. A última anotação neste diário data de 1 de agosto de 1944, três dias antes dos nazis descobrirem o esconderijo onde estava a família Frank.

Anne Frank morreu aos 15 anos no campo de concentração de Bergen-Belsen.