Os pais de Brian Laundrie foram acampar com o filho dias depois do jovem ter regressado da viagem sem a namorada, Gabby Petito, revelou o advogado da família, na terça-feira.

A família Laundrie esteve acampada no parque Fort de Soto, no estado da Florida, a cerca de 120 quilómetros da sua casa, em North Port, alguns dias depois de o jovem ter regressado no dia 1 de setembro da viagem em que Gabby Petitto foi dada como desaparecida.

Sim, a família foi acampar”, divulgou Steven Bertolino, advogado da família de Brian, ao Insider.

De acordo com a imprensa norte-americana, acredita-se que esta viagem em família tenha acontecido entre os dias 6 e 8 de setembro.

A família da jovem acabaria por reportar o seu desaparecimento no dia 11 de setembro. Pouco depois, no dia 17, a polícia dá Brian Laundrie como desaparecido e o jovem torna-se “pessoa de interesse” para a investigação em torno do desaparecido da influencer. 

Um corpo, que se acreditava pertencer a Petito, acabaria por ser encontrado no dia 19, num local isolado, na reserva natural de Bridger-Teton, no estado do Wyoming. No dia 21, a polícia acabaria por confirmar a identidade do corpo encontrado, acrescentando ainda que a jovem foi vítima de homicídio, apesar de não especificar a causa da morte.

Recorde-se que esta terça-feira, a família da jovem teceu duras críticas à família Laundrie, sugerindo que os Laundries “não os ajudaram a encontrar a Gabby” e, como tal, também não deverão ajudar “a encontrar o Brian”.