Nove pessoas morreram este sábado na sequência da explosão de um ventilador num hospital da província de Gaziantep, na Turquia. As vítimas estavam internadas na unidade de cuidados intensivos para doentes covid-19.

A informação foi confirmada pelo ministro da Saúde, Fahrettin Koca, sendo que as autoridades locais acrescentaram que a explosão foi causada pela explosão de um ventilador que estava a ser utilizado na unidade. Os restantes pacientes da unidade que sobreviveram foram transferidos para outros hospitais.

O procurador local anunciou que vai ser iniciada uma investigação para apurar a origem do acidente.

Segundo o hospital, estavam internados na unidade um total de 19 doentes. As vítimas mortais tinham entre os 56 e os 85 anos.

Mais de 50 pessoas, entre profissionais de saúde, seguranças e doentes foram afetados pela explosão. Muitos deles ficaram feridos ao tentarem salvar os sobreviventes do fogo causado pela explosão.

António Guimarães