O antigo residente norte americano George H. W. Bush deixou os cuidados intensivos do hospital no Texas, onde foi internado no domingo, devido "uma infeção que se disseminou no sangue", anunciou na quarta-feira o porta-voz.

Ele está acordado e conversar com a equipa do hospital, com a família e amigos. Os médicos estão muito satisfeitos com os progressos", declarou Jim McGrath, em comunicado, reforçando que Bush deverá continuar a recuperação nos próximos dias.

McGrath notou que Bush está mais preocupado com a vitória dos Houston Rockets contra o Minnesota Timberwolves "do que em qualquer outra coisa".

Numa intervenção na Universidade de Brown, em Providence (coste leste), o antigo governador da Florida Jeb Bush afirmou que o pai devia sair do hospital na sexta-feira.

George H. W. Bush, de 93 anos, foi internado no Hospital Metodista de Houston, um dia após as cerimónias fúnebres da mulher, Barbara.

O republicano, que foi o 41º Presidente dos Estados Unidos, entre 1989-1993, depois de ter sido vice-Presidente de Ronald Reagan, sofre da doença de Parkinson, o que o obriga há vários anos a deslocar-se de cadeira de rodas.

Foi na mesma cidade texana de Houston que se realizaram, no sábado, as cerimónias fúnebres de Barbara Bush, o pilar de uma das maiores famílias políticas do país, que morreu a 17 de abril, aos 92 anos.