Uma afegã de 27 anos morreu esta quinta-feira num incêndio no campo de refugiados de Kara Tepe, na ilha de Lesbos, Grécia, informou o Corpo de Bombeiros.

O incêndio aconteceu de madrugada, por motivos ainda desconhecidos, num contentor em que a mulher morava com o marido e os três filhos, um deles recém-nascido.

Os filhos foram resgatados pelo pai que, na tentativa de retirar a mulher da casa em chamas, perdeu a consciência.

Segundo relatos dos 'media' locais, o afegão foi hospitalizado com problemas respiratórios, mas está fora de perigo.

Os bombeiros, que têm uma quartel à frente do campo, foram capazes de intervir rapidamente e extinguir o fogo antes que este se espalhasse por todo o complexo.

Ao contrário do campo de Moria, onde mais de 15.000 pessoas vivem num espaço projetado para 3.000, Kara Tepe tem melhores condições e atualmente abriga 1.324 refugiados, todos membros de grupos vulneráveis, a maioria deles famílias com crianças pequenas.