O ex-primeiro-ministro grego Lucas Papademos foi alvo de atentado em Atenas, nesta quinta-feira.

A bomba encontrava-se num envelope que Papademos terá aberto quando estava dentro do carro. A explosão aconteceu no centro de Atenas e a área foi evacuada, como medida de segurança.

Além de Papademos, foi confirmado, pelas autoridades locais, que no automóvel seguia também o motorista, mas o número total de passageiros ainda não foi confirmado. 

De acordo com a agência de notícias grega ANA-MPA, dois guarda-costas estariam na viatura. No entanto, a agência de notícias Associated Press indica que os restantes dois passageiros seriam funcionários do banco público grego.

Apenas Papademos e o motorista ficaram feridos e foram transportados de urgência para o hospital.

O antigo governante sofreu ferimentos no abdómen e nas pernas, foi submetido a exames médicos, vai permanecer internado mas o seu estado é considerado estável..

O ministro de Estado do governo de Alexis Tsipras já reagiu ao ataque. 

Condenamos esta acção terrível sem reservas e desejamos, do fundo do coração, as melhoras a Papademos", disse Nikos Pappas.