Imagens de satélite divulgadas durante esta semana mostram aquilo que parece ser um submarino a entrar numa aparente base subterrânea, junto à ilha chinesa de Hainan.

As fotografias foram captadas pela companhia de satélites norte-americana Planet Labs, e mais tarde divulgadas pelas redes sociais da Radio Free Asia, empresa de comunicação social que é financiada pelo governo dos Estados Unidos e que publica notícias no leste da Ásia.

Segundo aquela publicação, trata-se de um submarino Type 093, uma classe de submarinos de ataque nuclear de segunda geração implantados pela Força Submarina da Marinha do Exército de Libertação do Povo Chinês. A localização da imagem remete para o Mar do Sul da China, um importante marco geoestratégico, uma vez que banha países como o Vietname, as Filipinas ou a Malásia.

As imagens são da base naval de Yulin, e a Radio Free Asia afirma que existe um bunker disponível para albergar submarinos naquela infraestrutura.

Numa das fotografias é possível ver dois navios rebocadores a dirigirem um submarino até a uma passagem subterrânea.

Em declarações à Radio Free Asia, o antigo oficial da Marinha norte-americana, capitão Cristopher Carlson, afirma que, ao analisar a imagem, que o submarino estaria a ser retirado pelos rebocadores.

Tendo em conta a estreita abertura do túnel, é problemático para um submarino sair do túnel sozinho", afirma.

À CNN, o antigo oficial Drew Thompson afirma que este avistamento é um caso raro: "É pouco comum que um satélite comercial esteja por cima do local no momento exato".

Apesar disso, Drew Thompson refere que a engenharia chinesa tem experiência em construir infraestruturas como bases subterrâneas.

António Guimarães