Haitianos fusiosos estão a fazer bloqueios nas estradas de Port-au-Prince, utilizando cadáveres empilhados, para protestar pela demora na chegada dos serviços de emergência, avança a agência «Reuters».

Motins «podem atirar o país mais para o fundo e causar ainda mais mortos»

A agência cita um fotógrafo da revista TIME que está no local. A testemunha afirma ter visto dois destes bloqueios na cidade, compostos por cadáveres das vítimas do sismo e rochas.

«A situação está a ficar muito complicada. As pessoas estão fartas de esperar pela ajuda que não chega», disse ainda à «Reuters».