Halima Aden tornou-se na primeira modelo muçulmana a aparecer na revista Sports Illustrated com um hijab, um véu islâmico, e um burquini, um fato de banho que cobre o corpo inteiro exceto o rosto, as mãos e os pés, que é usado pelas mulheres muçulmanas.

A modelo surge na edição de maio desta revista a usar vários burquinis coloridos.

As raparigas mais novas que usam o hijab devem ter mulheres que possam admirar em todas as indústrias. Agora vemos políticas, empresárias, jornalistas e outras mulheres com papéis bem visíveis a usar o hijab e esta é a mensagem que devemos passar”, afirmou a modelo à BBC.

 

Aden é originária da Somália, mas nasceu num campo de refugiados do Quénia, onde esteve até ir viver para os Estados Unidos. Esta sessão fotográfica, da autoria de Yu Tsai, foi registada precisamente numa praia do Quénia, num local cheio de simbolismo para a modelo.

Continuo a pensar na rapariga de seis anos que fui, neste país, num campo de refugiados", frisou.

Esta não é a primeira vez que Aden marca a diferença no mundo da moda. A jovem, de 21 anos, foi a primeira  modelo a usar um hijab numa capa de uma grande revista norte-americana, a Allure, em 2017. No ano passado, também foi a primeira modelo a usar um hijab na capa da Vogue britânica.