A cidade de Harbin, no nordeste da China, é novamente palco de um fantástico festival de gelo cheio de cor e muita festa. Quando o sol se põe, parte da cidade brilha com o reflexo das luzes que iluminam as fantásticas esculturas.

Castelos, templos ou torres em tamanho real ganham forma em gelo, num cenário que parece saído de um filme de animação.

Estas estruturas ganham vida graças ao trabalho de centenas, que fazem autênticas maravilhas com temperaturas bem abaixo dos zero graus. Para que as esculturas ganhem vida são retirados centenas de blocos de gelo do rio Songhua.

São depois movidos com gruas, que os empilham de forma a criarem verdadeiros monumentos.

Aos visitantes é permitido passearem no meio dos edifícios, e este ano traz a novidade de ter competições de escultura e até desportos ligados à neve.

Esta é a 37.ª edição do festival de gelo de Harbin.

António Guimarães