Um adolescente de 14 anos confessou à polícia ter matado cinco membros da família, depois de ter chamado as autoridades para reportar um tiroteio na casa em que vivia. 

Segundo a imprensa norte-americana, o xerife do condado de Limestone, Alabama, revelou que a polícia foi chamada na noite de segunda-feira a uma residência em Elkmont, onde um adolescente recebeu os agentes dizendo que ouvira disparos no andar de cima. 

Na habitação, a polícia encontrou três pessoas já sem vida e outras duas em estado crítico, que foram socorridas mas não resistiram aos ferimentos. 

As vítimas eram o pai, madrasta e irmãos do adolescente, que depois acabou por confessar os homicídios e chegou mesmo a colaborar com as autoridades dizendo-lhes onde tinha colocado a arma que usou para cometer os crimes. 

No Twitter, o gabinete do xerife de Limestone informou que o adolescente estava a "ajudar os investigadores a localizarem a arma de nove milímetros que diz ter deitado fora nas imediações". 

 

Até ao momento, não são conhecidas as motivações para o crime.