«Trata-se de salvar vidas», declarou ao jornal The Daily Telegrah a diretora do LGBT Youth North West, Amelia Lee, segundo a agência noticiosa espanhola EFE.