«Éramos uns 950 a bordo. Quarenta ou 50 crianças e cerca de 200 mulheres. (…) Muitos foram fechados nos porões do navio. Os traficantes fecharam as portas impedindo-os de saírem».

«Partimos de um porto a 50 quilómetros de Tripoli. Embarcámos e muitos imigrantes foram fechados no porão».




«Navegávamos em direção a eles, quando vimos que estavam agitados e o barco virou antes que pudéssemos chegar mais perto e baixar os botes salva-vidas»



não encontrámos sobreviventes