Um cão que sobreviveu ao catastrófico incêndio no norte da Califórnia, terá guardado a sua casa queimada durante quase um mês, até que a dona voltasse para o levar.

Madison, um pastor de Anatólia, foi um dos muitos animais que ficaram para trás quando as famílias se viram obrigadas a fugir das chamas.

O fogo, que teve início a 8 de novembro, foi um dos mais mortíferos da história daquele estado norte-americano. Quase 19.000 edifícios ficaram destruídos, incluíndo a casa da família Gaylord, dona de Madison, e de outro cão, Miguel.

Na altura, apelos de pessoas para encontrarem os seus animais de estimação multiplicaram-se nas redes sociais. Miguel foi o primeiro a ser resgatado e Madison viria a ser encontrado na última sexta-feira.

 

O reencontro só foi possível com a ajuda de Shayla Sullivan, uma voluntária da associação  K9 Print Rescue,  que foi alimentando o animal até que a dona pudesse regressar para o ir buscar.


Imagine a lealdade de ficar na pior das circunstâncias e continuar aqui à espera", contou Andrea Gaylord à KXTV.

 

 A história, que entretanto se tornou viral, foi partilhada no Facebook da voluntária e da associação animal.

Sara Sousa Pinto