"Nada aponta para um ato voluntário", para fogo posto, em Notre-Dame, segundo o procurador de Paris, que fez um ponto de situação pelas 13:00 francesas, meio-dia em Portugal. 

Rémy Heitz deu a indicação de que "cinco empresas intervieram" na catedral e que as audições dos funcionários dessas empresas começaram já esta terça-feira 

Eram cerca de 15 pessoas a trabalhar ontem. (...) Nada aponta para um ato voluntário"

A principal pista seguida na investigação, nesta fase, é de que se tratou mesmo de um acidente: "O que sabemos neste momento é que houve um primeiro alerta pelas 18:20, seguido de um procedimento de avergiuações, não havia fogo. Depois, houve um segundo alerta às 18:43, e aqui foi encontrado fogo na estrutura. As investigações serão longas e complexas. As testemunhas estão a ser ouvidas. "

Por sua vez, o secretário de Estado do ministro do Interior, Laurent Nunez, disse que "no geral, a estrutura está estável",mas foram "identificadas algumas vulnerabilidades, especialmente ao nível do cofre", da Basílica do Cofre-Forte.

Os trabalhos ao nível da segurança dentro de Notre-Dame de Paris vão durar cerca de 48 horas [o que permitirá que] os bombeiros entrem no local com o Funcionários do Ministério da Cultura para recuperar as obras, muitas das quais não foram danificadas ".

Veja também:

O fogo, que começou ao final da tarde de segunda-feira, só foi extinto 15 horas depois, já terça-feira. Ninguém ficou ferido, mas os danos materiais são incalculáveis, neste momento.