As autoridades norte-americanas elevaram de 42 para 48 o número de mortos em Paradise, na Califórnia, na sequência do incêndio que está a ser combatido por mais de cinco mil bombeiros e que já consumiu 505 quilómetros quadrados.

A informação foi avançada na terça-feira, após a descoberta de mais seis corpos. As autoridades adiantaram que o fogo que praticamente devastou a vila de Paradise destruiu mais de sete mil casas e obrigou à deslocação de 52 mil pessoas.

O número total de mortos em incêndios no estado da Califórnia sobe, assim, para 50, já que há duas vítimas na cidade de Malibu.

O incêndio em Paradise é o mais mortífero na história da Califórnia, desde que existem registos.

Os incêndios deflagraram na semana passada no sul e no norte do Estado da Califórnia e rapidamente avançaram em várias frentes, alimentados por ventos fortes, destruindo dezenas de milhares de edifícios e obrigando ao encerramento de escolas, ao corte de estradas e à evacuação de localidades inteiras.