Nova Deli ordenou este sábado o encerramento das escolas, a suspensão da construção e remeteu os funcionários públicos para o teletrabalho durante uma semana devido à poluição atmosférica que atingiu níveis alarmantes nos últimos dias.

A partir de segunda-feira, as escolas serão fechadas para que as crianças não tenham de respirar ar poluído”, afirmou aos jornalistas o ministro chefe da capital indiana, Arvind Kejriwal.

As escolas de Deli terão de realizar aulas ‘online’ a partir de segunda-feira, toda a atividade de construção será encerrada e os escritórios do Governo trabalharão a partir de casa durante uma semana, prosseguiu Arvind Kejriwal.

Durante uma semana, a partir de segunda-feira, as escolas estarão fisicamente fechadas para que as crianças não tenham de respirar ar poluído”, explicou.

Além disso, os gabinetes governamentais estarão em modo de teletrabalho a 100% durante uma semana e os gabinetes privados serão notificados para optarem por esta medida, tanto quanto possível, prosseguiu.

A mudança foi anunciada horas depois de o Supremo Tribunal da Índia ter pedido às autoridades que apresentassem um plano para controlar a grave crise aérea na capital indiana, cujo índice de qualidade média do ar (AQI) tem sido superior a 400 durante quase uma semana, quando o máximo é de 500.

Na escala AQI, valores acima de 100 são considerados perigosos para as crianças, idosos e pessoas com problemas respiratórios ou cardíacos e, acima de 300, os efeitos são considerados perigosos para a população em geral.

De acordo com o CPCB (Central Pollution Control Bureau, Gabinete Central de Controlo da Poluição), o AQI médio para Nova Deli era de 437 hoje e 471 na sexta-feira.

O CPCB do Governo indiano instruiu na sexta-feira as autoridades a estarem “totalmente preparadas” para tomar medidas de emergência, face a níveis graves de toxicidade do ar.

Entre as recomendações do CPCB está um apelo aos empregadores e aos gabinetes públicos para que reduzam a utilização de veículos dos empregados em 30% através do teletrabalho ou da partilha de automóveis para diminuir as emissões.

A capital indiana tem estado submersa durante dias numa espessa neblina que reduziu mesmo significativamente a visibilidade devido às partículas transportadas pelo ar.

A toxicidade do ar de Deli é um problema atribuído a vários fatores, incluindo as emissões poluentes das fábricas dependentes do carvão, a queima de restolho, o uso de foguetes durante a época festiva, e as emissões dos veículos, um ‘cocktail’ que é agravado pela queda da temperatura nesta época do ano.

/ CE